© 2017 - 2019 Hamaca Filmes.    Design by Lírio Web Digital

Sinais de Cinza, A Peleja de Olney Contra o Dragão da Maldade

um filme de HENRIQUE DANTAS

O filme se propõe a contar a história de Olney São Paulo, cineasta baiano nascido em Riachão do Jacuípe e que teve a sua vida destruída pela ditadura militar por conta do média metragem "Manhã Cinzenta". O filme procura dar a dimensão da importância do cinema de Olney São Paulo, assim como, dos absurdos cometidos pela Ditadura Militar na vida desse cineasta Caboclo e sertanejo que tinha a idéia de mudar o mundo a partir do seu cinema revolucionário e que morreu, vítima do longo processo de tortura, diante da sua corajosa postura

CRÉDITOS - “SINAIS DE CINZA, A PELEJA DE OLNEY CONTRA O DRAGÃO DA MALDADE”

 

ROTEIRO E DIREÇÃO – HENRIQUE DANTAS

ASSISTENTE DE DIREÇÃO – MARIA CAROLINA

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA – PEDRO SEMANOVSCHI

PRODUÇÃO EXECUTIVA – MARIANA VAZ E HENRIQUE DANTAS

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO – MARCELLO GURGEL

TRILHA SONORA – ILYA SÃO PAULO

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO EXECUTIVA – ELIANA MENDES

SOM- CLEVER MORAES, EDER LONG, ANA LUIZA PENA E NAPOLEÃO CUNHA

MONTAGEM – HENRIQUE DANTAS, IRÍS DE OLIVEIRA E ILO ALVES

DESENHO DE SOM – WALDIR XAVIER

MIXAGEM – DAMIÃO LOPES

FINALIZAÇÃO DE IMAGEM – KIKO PÓVOAS

DESENHO DE CRÉDITOS – TAYGOARA AGUIAR E RICARDO BERTOL

DESIGN – RICARDO BERTOL

DISTRIBUIÇÃO – LIVRE FILMES

ASSESSORIA DE IMPRENSA – HUMBERTO LIBA

CRÍTICA

“Tudo se complementa em uma assimilação de texturas que remete ao ambiente soturno, frio e molhado das prisões, à tortura, à inquietação e ao medo. Como se tivesse que fazer doer na pele, esgarçando a memória, para revelar o universo artístico, tão desconhecido, de Olney São Paulo.” 

 

—  Adalberto Meireles, A Tarde